sexta-feira, 19 de julho de 2013

Por um Brasil melhor!

Postado por Priscila Kuller Clemente às 16:34
Eu sempre achei o Brasil um dos piores países para se nascer (não briguem comigo :( vocês entenderão o por quê). Não, não é porque ele não tem a Disney, ou a torre eiffel que tanto amo (bom se fosse esses seus defeitos...), mas porque infelizmente é um dos piores em qualidade de vida. O  IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil não é um dos melhores, mantém a posição no ranking mundial em 85º. Vemos tantos problemas em nossa volta que é impossível fechar os olhos para tantas desigualdades. Enquanto um pai de família luta para garantir o sustento de seus filhos e recebe um salário mínimo, grandes proprietários rurais, empresários e políticos ganham rios de dinheiro. Será mesmo que isso é certo? Um pais que diz ter tantas riquezas não é capaz de sustentar sua população.

Se realmente nosso governo se importasse com a população carente de nosso pais eles dariam um jeito. A primeira coisa a ser melhorada seria a educação. Que pais é capaz de se desenvolver com quase 13 milhões de pessoas analfabetas? Mas, o grande propósito de um bom ensino público não é ensinar uma criança a ler e escrever, porque isso se faz malmente bem, uma boa educação dispensaria qualquer colégio particular. As cotas é um "tapa buracos", que o governo não tem se quer vergonha. Se para entrar em uma Universidade é preciso de cotas para escolas públicas, eles realmente reconhecem a vergonha que a qualidade do ensino público representa para o nosso pais. 

A saúde pública do Brasil é vergonhosa! Segundo um relatório divulgado em março deste ano pela Organização das Nações Unidas (ONU), o índice de satisfação com a saúde do pais que foi de 44%, é menor do que a média da América Latina, 57%. Não é para menos né, com pessoas quase morrendo na fila de espera do SUS, falta de médicos e o atendimento cada vez pior não se esperaria outra coisa.

Para o Brasil ser o pais dos sonhos de todos nós brasileiros ele precisa melhorar em tudo! Quem sabe se ele nascer de novo? Ou os governantes nascerem de novo, que tal? acho que é melhor né?! hahaha
Mas falando sério mesmo, temos que continuar lutando por nossos direitos, essas manifestações que estão acontecendo não poderiam vir em hora melhor. Quem sabe o pessoal acorda e vê que pão e circo não educa, não cura e muito menos sustenta uma nação!




0 comentários:

Postar um comentário

 

Diário nada particular Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos