quarta-feira, 3 de julho de 2013

Se permita

Postado por Priscila Kuller Clemente às 21:31


Se der vontade de gritar, grite. Se der vontade de sair de madrugada sem rumo, saia. Se der vontade de se estragar de chocolate ou sorvete, se estrague. Se der vontade de sair dançando feito louca, dance. Se der uma vontade desesperada de sair correndo na chuva, saia. Só não fique parada deixando a vida passar, e privando-se de realizar suas vontades porque tem medo do que os outros irão pensar.

Vivemos pensando no que fazer, se isso afetará o que fulano, ou sei lá quem, vai pensar sobre nós, tem tanta coisa mais importante pra se preocuparmos, não acha? Como ser feliz. Você acha que vale a pena deixar de falar aquilo que você quer, porque alguém irá te censurar? Eu antes valorizava mais isso, pensava algumas vezes antes de agir para que ninguém fosse me criticar, mas nunca valeu a pena, sempre saia frustrada por não ter tido coragem de fazer.

Se tem uma coisa que iremos levar de todos os nossos erros e criticas é o ensinamento que elas nos trazem. A cada passo em falso que damos, aprendemos um caminho diferente. Então, por que não fazer? Por medo? Ele não ensina nada a ninguém, é só o alimento de pessoas sem atitude. Antes de pensar mil vezes no resultado que isso ou aquilo terá na boca das pessoas, pense em você e o que isso acrescentará em sua vida. Não importa quantos risos, ou opiniões contrárias você ouvirá, eles nunca mudarão sua vida, esse poder quem tem é unicamente você!


0 comentários:

Postar um comentário

 

Diário nada particular Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos